domingo, 15 de janeiro de 2012

Martírio

As pessoas não amam com medo de se machucar, mas só de pensar na possibilidade real de não amar, viver se torna um tédio. O amor é o combustível para a sobrevivência e sem ele nos tornamos vazios, o que nos resta, além de nossa razão, um bom arsenal de filmes, livros e várias doses de uma bebida qualquer  num bar de esquina, em plena decadência sentimental ao encontro do solitário, triste e infinito isolamento. Os pares com suas unidades e os ímpares infinitamente paralelos aos seus pares, esses últimos vivem de si e morrem por si, sempre a sós com suas escolhas, mesmo que de um ponto de vista extremamente racional se tornem relativamente corretas.
É certo que alguns escolhem sofrer por não amar, enquanto outros escolhem sofrer por amor.
Então, percebo que o amor é uma tortura até para os que não estão amando.

Jader C. Silva

3 comentários:

  1. Como sempre mto boom ^^

    ResponderExcluir
  2. Valeu ai "Anônimo" =) é bom saber que eu alguém gostou mesmo não sabendo quem é.

    ResponderExcluir